A QUESTÃO DA JUSTIÇA: AQUÉM E PARA ALÉM DE MARX / THE QUESTION OF JUSTICE: LAG BEHIND AND BEYOND MARX

Luis Gustavo Blaskesi de Almeida

Resumo


Resumo: A relação do Marxismo com os temas atinentes à justiça e à igualdade sempre foi objeto de polêmica, cujo ponto de clivagem sempre foi estabelecer em qual medida Marx adentrou ao tema, a ponto de rejeitá-lo ou, ao contrário, abordando-o cientificamente, de modo a desqualificá-lo como elemento estruturante para o seu modelo ideal de sociedade. A partir dessa constatação, o presente estudo acadêmico, dentre outras nuances, propõe estabelecer as aproximações e contraposições existentes entre as duas principais vertentes marxistas, no que tange ao tema da justiça. Para tanto, o espaço de abordagem se restringiu aos escritos marxistas que se opõem diametralmente à própria concepção do princípio em tela e, em contrapartida, àqueles que compartilham da ênfase que o próprio liberalismo igualitário empresta à justiça, formando o que se poderia denominar de uma teoria moral marxista. 

Palavras-chave: Marxismo; Teoria; Justiça; Igualdade; Liberalismo.

 

Abstract: The relation of Marxism with themes relating to justice and equality has always been contentious, whose cleavage matter was always establish to how Marx entered the topic, to reject it or, conversely, approaching it scientifically, to disqualify him as a structuring to his ideal model of society. From this observation, this academic study, among other conditions, proposes to establish the similarities and contrasts between the two existing main Marxist sides, concerning justice. For that, the approach was restricted to Marx’s writings diametrically against the concept of the principle discussed on this essay and, on the other hand, those who share the emphasis that the egalitarian liberalism lends to justice, constituting what might be called a Marxist moral theory.


Key-words: Marxism; Theory; Justice; Equality; Liberalism.


Texto completo:

141-156

Apontamentos

  • Não há apontamentos.